terça-feira, 20 de novembro de 2012

Torta de Alfarroba e Mel

Olá a todos,

Como já devem ter reparado, todas as receitas que publico neste blog, são com Alfarroba, o meu fruto de eleição!

Aqui vos deixo mais uma sugestão deliciosa com Alfarroba e Mel, dois ingredientes maravilhosos e que fazem milagres à saude e ao paladar.
Experimentem!


ingredientes:
6 ovos
250g açúcar
2 colheres de sopa de farinha de alfarroba
1 colher de sopa de farinha de trigo
1 1/2 colher de sopa de margarina derretida
1 1/2 colher de sopa de mel
2 copos de leite
modo de preparação:
Bate-se o açúcar com os ovos inteiros (bater com uma colher de pau).
Juntar a margarina derretida, a farinha de alfarroba, a de trigo, o mel e, por último, o leite.
Misturar tudo de forma a que fique homogénea, sem granulos.
Vai a cozer num tabuleiro forrad com papel vegetal.
Deixar arrefecer um pouco antes de enrolar.

Bom apetite!

Fonte de inspiração: http://obolodatiarosa.blogspot.pt


6 comentários:

  1. Parabéns pelo blog dedicado à alfarroba.
    Sou professora de culinária macrobiótica há 25 anos e no momento estou a explorar este ingrediente.
    Deram-me algumas vagens.
    Pelo que pesquisei usa-se a alfarroba essencialmente sob a forma de farinha.
    Estou a pensar moer as vagens.
    Tem algumas dicas que me possa dar?
    Obrigada
    Palucha Perdigão

    ResponderEliminar
  2. Olá Palucha!

    Bemvinda ao Mundo da Alfarroba! Agradeço o seu comentário.

    Para moer as vagens de alfarroba, deverá seca-las muito bem ou mesmo torra-las um pouco em forno a 70º-100º(deverá tirar as sementes préviamente que são muito duras).Depois de torradas deverá triturar as vagens muito bem até reduzir a pó(farinha). Depois poderá levar a farinha ao forno para torrar mais um pouco e poder guardá-la sem se estragar.

    Experimente as receitas que aqui apresentamos e vai ver que também fica fã deste fruto divinal.

    Boas Experiências!
    Volte sempre!

    ResponderEliminar
  3. se a alfarroba é tão boa porque é que pagão tão pouco ao agricultor ? Tomé

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Sebastião Tomé,

      Deixo-lhe aqui apenas a minha reflexão sobre o assunto, pois não tenho conhecimento aprofundado sobre a cadeia de comercialização da Alfarroba.

      Quantos produtos existem, que a terra nos dá, que são maravilhosos e quase ninguém os conhece? A maior parte não tem preço de mercado, no entanto são maravilhosos para a nossa saúde. É a lei da oferta e da procura! Existe desconhecimento por parte das pessoas. Nesta sociedade a maior parte do que é consumido pela população, incluindo crianças, idosos e outros grupos de pessoas mais frágeis, são produtos pouco nutritivos e pouco naturais, pois são esses que dão lucro ás grandes empresas que têm capacidade financeira para fazer grande publicidade, para apostar no Marketing e mover massas, para enganarem as pessoas e brincarem com a sua saúde, tudo em nome do lucro, da ganância do dinheiro!. Infelizmente as pessoas ainda dão muito valor à imagem, à forma de apresentação de um produto, as pessoas dão pouca importância aquilo que realmente tem valor, ao interior, aos beneficios a longo prazo. Nesta sociedade consumista, procura-se aquilo que tráz beneficios imediatos! E na minha opinião, aqui para nós que ninguém nos ouve, acredito que se as grandes empresas descobrirem realmente o quanto é valiosa a Alfarroba, ainda menos o agricultor irá receber por ela. Bem Haja! Volte Sempre!

      Eliminar
    2. Por causa de todos os intermediarios que existem...
      E como este produto á muitos mais, dos que tenho conhecimento: Amendoa é vendida a 0,5 ao kg e nas grandes superficies está a 7/8 euros, a laranja é paga a 0,12 e é vendida a 0,7, a banana é paga a 0,22 e vendida a 0,99.....

      Eliminar
  4. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar